https://www.facebook.com/joaocarlos.florianocruz?fref=ts

https://www.facebook.com/joaocarlos.florianocruz?fref=ts
https://www.facebook.com/joaocarlos.florianocruz?fref=ts

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Acusado de roubo em Pilar do Sul é capturado pela PM de Salto de Pirapora

Um rapaz conduzia uma motocicleta Honda Titan, pela Avenida Pedro Pires de Melo, Bairro Campo Largo, em Salto de Pirapora e após ser abordado pela Polícia Militar foi levado para prisão.

Ao perceber a presença de uma viatura, o motoqueiro entrou num posto de combustível simulando que iria abastecer o veículo, todavia os policiais militares cabo Batista e cabo Aguinaldo suspeitaram da atitude e decidiram abordar o motoqueiro.

Everton Rafael Juver de 19 anos, morador do Bairro Ilha de Baixo, em Salto de Pirapora não possuía CNH e estava na condição de procurado pela Justiça de Pilar do Sul, acusado de cometer roubo de moto naquele município (artigo 157 do Código Penal).

 A polícia prendeu Everto e o apresentou na Delegacia da cidade, depois do registro de captura de procurado ele foi  encaminhado para a cadeia de São Roque. O fato ocorreu no final da tarde de sexta-feira (31/10).


Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

Assaltante é tirado das ruas de Piedade

Um criminoso com extenso histórico criminal e procurado pela Justiça vivia no Bairro Jurupará, na zona rural de Piedade, mas na quinta-feira (30/10) a Polícia Militar pontuou o fim da liberdade do delinquente.

Marcos Aurélio de 36 anos havia discutido com sua genitora e saiu da residência depois que sua mãe acionou a Polícia Militar. Ao saberem das características do indivíduo, os policias militares diligenciaram pelo bairro e localizaram o indivíduo.

Pesquisa revelou que Marcos Aurélio cumpria pena por roubo na penitenciária de Hortolândia interior de São Paulo e, após ter sido beneficiado por saída temporária “saidinha” não retornou para prisão. O homem foi levado para a Delegacia de Piedade e depois conduzido para a cadeia transitória em São Roque.


Fonte: Blog Bom Dia Piedade.

Apreensão de drogas na Vila Helena, em Sorocaba

A Guarda Civil apreendeu 419 porções de drogas em uma bolsa dispensada por um homem ao sair de um matagal próximo à E.M. Lea Edi Alonso Saliba na Vila Helena, em Sorocaba. O caso acontece na quinta-feira pela manhã (30/10).

Durante a ronda de rotina nas proximidades da escola, após a travessia de escolares, uma guarnição da Patrulha Escolar Comunitária ao passar pela Rua Potássio Camargo Sampaio avistou saindo de um terreno baldio um homem portando uma bolsa tipo pochete, que ao notar a aproximação da equipe, dispensou a mesma e correu em direção a um matagal não sendo mais localizado. 

Dentro da pochete foram encontradas 180 porções de maconha, 182 porções de cocaína, 56 porções de crack e 01 tablete de maconha. A droga ilícita foi entregue à autoridade no Plantão Policial Norte e recolhida.

O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.

Tentativa de homicídio em Salto de Pirapora; o caso é estranho

A Polícia Civil de Salto de Pirapora vai investigar mais um caso de tentativa de homicídio de autoria desconhecida.

No início da manhã de quinta-feira (30/10) uma equipe da Polícia Militar formada por cabo Ferri e cabo Crozzati foi atender uma solicitação da Santa Casa de Salto de Pirapora porque havia um homem ferido por três tiros. Os policiais constataram que Marciel Dias estava ferido nas costas por disparos de arma de fogo.

Ao indagarem a vitima a respeito do local do crime e quem teria cometido a tentativa de homicídio, a vitima não respondeu nenhuma pergunta dos policiais. O pronto-atendimento da Santa Casa medicou o rapaz e o transferiu ao pronto-socorro do Hospital Regional, em Sorocaba.


Não dá para viver sem notícia.

Desfecho do Crime - Pintor acusado pela morte de cabeleireiro é absolvido

O conselho de sentença do Fórum de Sorocaba absolveu na quinta-feira (30/10), o pintor Aparecido Argueira de 51 anos, mais conhecido por “Cido”, que era acusado de ter matado o cabeleireiro Sérgio Person Gonçalves de 43 anos.

O ministério público pleiteava a condenação de Aparecido Argueira por homicídio qualificado com futilidade e motivo que dificultou a defesa da vitima (artigo 121, parágrafo 2º incisos I e IV do Código Penal). 

Na versão do promotor Marcos Fábio Pinheiro, Aparecido Argueira teria alugado uma edícula nos fundos da casa do cabeleireiro, para Rosiane da Silva Oliveira “Zi” morar sozinha, e havia uma clausula no contrato de que não deveria existir presença de homem na casa alugada. Foram pagos dois meses do aluguel adiantado.

Rosiane trabalhava num prostibulo no Bairro Santa Barbara, em Sorocaba pertencente ao Aparecido Argueira. Rosiane descumpriu a clausula do contrato e por esse motivo antes dos 2 meses, o cabeleireiro pediu que ela saísse da casa, situada na Rua Maria Germani, Bairro Júlio de Mesquita Filho, em Sorocaba. 

O cabeleireiro teria que pagar multa de R$ 150,00, pela rescisão contratual, mas o dinheiro não foi pago. Há um quarto envolvido no caso, apontado por Aparecido Argueira, é Willian Ilman Rutz que trabalhava de segurança na casa de prostituição e era namorado de Rosiane. 

Segundo acusação do ministério público, na noite de 04 de junho de 2010, Aparecido Argueira se ajustou com Rosiane, ambos entraram num Gol de cor prata e foram na casa do cabeleireiro (endereço citado acima). Rosiane teria ficado dentro do carro e Aparecido Argueira entrou para discutir o recebimento dos R$ 150,00 e, durante a discussão se ouviu cinco tiros que mataram o cabeleireiro. Os dois foram embora no carro.

Aparecido Argueira nunca esteve preso por essa acusação; tanto na polícia quanto na fase inicial do processo no Fórum, e em plenário, o acusado negou responsabilidade pelo crime e apontou autoria por parte do namorado de Rosiane. 

O advogado Silvio Luiz Vestina insistiu em todas as fases do processo que o réu é inocente. Após os jurados não reconhecerem culpabilidade, o juiz Danilo Fadel de Castro decretou arquivamento do processo. Ao término da plenária o promotor do caso disse que  vai decidir se recorre ou não da sentença.


Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura. 

Operação Finados em cemitérios de Sorocaba

A partir de sexta-feira (31/10), a Guarda Civil Municipal dá início a sua “Operação Finados 2014”, reforçando as ações preventivas de patrulhamento nos cemitérios municipais. O trabalho se estende até o horário de encerramento das atividades nesses locais, no domingo de Finados (02/11).

O objetivo da operação é o de garantir tranquilidade ao público que frequenta esses espaços por meio da ação de proteção comunitária. Este é um momento em que o volume de populares nos cemitérios aumenta consideravelmente na homenagem a seus entes.

Toda ação, segundo o comandante da Guarda Municipal, Benedito da Silva Zanin, contará com patrulhamento e pontos de estacionamento; ou seja, além de ter uma equipe da guarnição destacada especialmente para a área interna dos cemitérios, outra estará rondando as imediações a fim de coibir delitos ou atividades clandestinas.

Zanin orienta acerca de assédios e constrangimentos: “se alguém se sentir constrangido ou ameaçado por indivíduos suspeitos, deve acionar a GCM no local ou pelo telefone 32129400 ou 199”, explicou. 

Salientando que os visitantes devem evitar locais ermos para estacionar seus veículos, estar alerta com as crianças, devido à grande movimentação de pessoas, bem como não deixar objetos de valor à mostra no interior dos automóveis ou ostentar relógios, celulares, joias ou bijuterias que possam chamar a atenção de mal intencionados. 

Outra sugestão do comandante está relacionada ao cuidado pessoal. Devido às altas temperaturas, aliadas à pouca umidade do ar, é ideal que o cidadão visite os cemitérios logo no início da manhã ou no final da tarde, quando o sol está mais ameno. 

Com isso, evita-se a possibilidade de mal súbito devido o calor. Segundo Benedito Zanin, não é difícil em datas e eventos específicos, a GCM atender casos desta natureza. “A precaução ainda é o melhor remédio”.

O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Preso em Salto de Pirapora rapaz acusado de tentar matar o jovem Emerson Duarte durante uma festa no Rancho dos Tropeiros

Rogério Pontes
Policiais militares de Salto de Pirapora cumpriram mandado de prisão expedido pela Justiça daquele município e levaram para a prisão Rogério de Almeida Pontes de 28 anos, mais conhecido por “Roger Verdureiro”.

O homem é acusado de ter desferido dois golpes com faca no abdômen de Emerson da Silva Duarte de 19 anos, na madrugada de 28 de setembro de 2014, durante uma festa no Rancho dos Tropeiros, em Salto de Pirapora.

A vitima que mora na Estrada dos Alves na mesma cidade foi submetida à cirurgia no Hospital Regional, em Sorocaba e escapou da morte. O acusado confessou na polícia durante o inquérito que é autor do delito. O crime teria sido motivado porque vitima e agressor estavam sob efeito de teor alcoólico. A prisão de Roger Verdureiro ocorreu no final da tarde de quinta-feira (30/10).


Não dá para viver sem notícia.  

Polícia Civil de Salto de Pirapora já sabe quem assaltou a "Fazenda Malabo"; 4 indivíduos estão presos e 2 são procurados

A Polícia Civil de Salto de Pirapora dá como esclarecida a autoria do assalto na “Fazenda Malabo”, ocorrido na madrugada de 17 de outubro de 2014, na Estrada do Piraporão, em Salto de Pirapora.

Naquela data, seis criminosos encapuzados e armados com armas longas e revólveres renderam dois vigias e na sequência mais seis homens que trabalham na fazenda e roubaram joias, dinheiro, relógios, tênis e um Fiat. 

Durante o assalto, os criminosos agrediram dois homens com coronhadas, os dois homens precisaram de atendimento médico na Santa Casa daquela cidade. 

A investigação aponta os suspeitos: João Paulo Virgulino, que está preso em Araçoiaba da Serra, desde o dia 20 de outubro de 2014 (dois dias após o crime em Salto de Pirapora). Os outros suspeitos são: os irmãos Lucas de Jesus Santos, Marcos de Jesus Santos, e Jackson Cassiano Bento. 

Falta apreender um adolescente de 17 anos, e prender outro homem que a polícia prefere não revelar sua identidade até que seja cumprido o mandado de prisão temporária por 30 dias, expedido pela Justiça de Salto de Pirapora. Todos apontados pela polícia são moradores de Salto de Pirapora. Policiais militares efetuaram as prisões no final da tarde de quinta-feira (30/10).


Não dá para viver sem notícia. 

Mulher é flagrada com moto furtada em casa abandonada, no Além Ponte, em Sorocaba

A Guarda Civil de Sorocaba deteve Gisele Ayres de Pontes, 36 anos, por receptação de uma moto furtada nas proximidades da Ponte Francisco Delosso, no Bairro Além Ponte.
Uma munícipe contatou com o Centro de Operações da Guarda Civil informando que havia visto uma pessoal empurrando uma motocicleta n​o início da Av. São Paulo seguindo para a margem do ​R​io Sorocaba, próximo à Ponte Francisco Delosso, achando suspeita a atitude resolveu fazer a denuncia. 
Uma equipe da Ronda Municipal foi encaminhada para o local e nada de ilícito foi encontrado de início, porém em contato novamente com a denunciante, a mesma informou da existência de várias casas abandonadas nas proximidades que são utilizadas como abrigo para desocupados. 
Feito a busca pelos imóveis abandonados, Gisele foi encontrada em uma das casas indicadas, deitada em um colchão e uma motocicleta marca Honda/NXR 150 Bros da cor vermelha, coberta por diversos sacos plásticos, que após pesquisa foi constatado que se tratava de produto de furto. 
Indagada a respeito da moto, a mulher se recusou dar qualquer explicação, sendo conduzia a presença da autoridade no Plantão Policial Sul que ao tomar ciência dos fatos, determinou a recolha da moto e autuou Gisele em flagrante por receptação (artigo 180 do Código Penal) e encaminhada à cadeia pública de Votorantim. O caso ocorreu terça-feira (28/10).

O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.

Mais um jovem preso em Sorocaba por envolvimento com droga

Dois rapazes caminhavam pela Rua Marques de Itu, no Bairro Barcelona, em Sorocaba e quando avistaram uma viatura da Polícia Militar um deles saiu correndo.

A polícia abordou e revistou o jovem Samuel Lucas Shulomei de 19 anos e encontrou num bolso da sua calça uma sacola plástica contendo 87 frasconetes com cocaína.

A equipe policial apreendeu a droga e conduziu o averiguado para a Delegacia. Ele está preso acusado de tráfico de droga 9artigo 33 da lei 11.343/2006). O caso aconteceu na quinta-feira (30/10).


O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato. 

Jovem do tráfico nas garras da PM de Sorocaba

O jovem Carlos Eduardo Rodrigues de 20 anos está preso por tráfico de drogas (artigo 33 da lei 11.343/2006), depois que a Polícia Militar encontrou sob sua responsabilidade 28 pedras de crack, 116 porções de maconha e 445 pinos contendo cocaína.

O caso ocorreu quarta-feira (29/10), pela Rua Terezinha Troe Giraldi, Jardim Novo Horizonte, em Sorocaba. Uma equipe policial avistou o jovem com um pacote na mão e conversando com o condutor de um veículo de cor escura, ao perceber a presença da viatura o carro saiu do local e o jovem saiu correndo, mas a polícia o abordou.

No pacote havia 115 pinos contendo cocaína. O restante da droga estava escondido em 4 pacotes num cano plástico próximo ao local da abordagem. Após o registro na Delegacia a autoridade policial providenciou o encaminhamento do jovem ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.



O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.

Polícia Militar detém 4 criminosos e evita possível sequestro de empresário no centro de Pilar do Sul

Um empresário (filho de japonês) morador na Rua José Braga Sobrinho, no centro de Pilar do Sul, viu um indivíduo mascarado empunhando uma espingarda do lado de fora de sua residência. Naquele momento, o empresário acionou a Polícia Militar.

Uma guarnição foi averiguar o que estaria acontecendo e suspeitou de um automóvel Ômega de cor preta com placa de Vargem Grande Paulista JLH 4300. Os policiais realizaram acompanhamento ao Ômega pelas ruas da cidade; os criminosos dispararam tiros contra a viatura, mas não atingiram a viatura e nem os policiais.
Após tentativa de fuga sem sucesso, o veículo ocupado pelos criminosos entrou na Rua Antonio Paulista, naquela rua o cabo Batista e o soldado Oliveira conseguiram interceptar o veículo e detiveram os ocupantes do automóvel: Jailson Lima Santana de 44 anos, Caio Felismino de Assis Silva de 29 anos, Leon D” Marco Araújo de 29 anos e Giovani Carvalho da Silva de 18 anos; todos moradores em Cotia-SP.

Com eles a polícia encontrou um revólver calibre 32 municiado e com projeteis deflagrados, máscaras, luvas, rádios comunicadores, uma espingarda calibre 12 e ainda 17 cartuchos calibre 12. Os marginais não confirmam, no entanto, a polícia credita que o plano dos criminosos era sequestrar o empresário. O caso ocorreu no início da madrugada de quinta-feira (30/10).
 
Os criminosos foram levados para a Delegacia daquela cidade. O delegado Milton Andreoli prendeu os delinquentes sob acusação de extorsão mediante sequestro na forma tentada (artigo 159 do Código Penal), porte ilegal de arma (artigos 14 e 16 da lei 10.826/2003) e por associação criminosa (lei 12.850/2013). Dois criminosos são primários, mas os outros dois: Leon e Caio tem passagem por tráfico e roubo.


Aqui a notícia chega chegando.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Homem é preso em Sorocaba acusado de agredir sua companheira com chutes, socos e pauladas

Policiais militares detiveram um homem acusado de cometer violência doméstica, na terça-feira (28/10). O crime ocorreu no interior da residência localizada na Rua 57, no Jardim Baronesa, em Sorocaba.

A mulher (H.A.R) acusou o esposo José Carlos Clemente Pereira de tê-la agredido com pontapés, socos e pauladas. Segundo informação da polícia, a mulher foi levada ao Pronto-Atendimento da zona norte de Sorocaba onde foi medicada. A polícia conduziu o agressor para uma Delegacia.

A autoridade policial registrou ocorrência de violência doméstica (lei 11.340/2009), e arbitrou fiança de R$ 8 mil, como não foi pago, a autoridade encaminhou o agressor ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.


O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato. 

Desfecho do Crime - Condenado em Sorocaba homem que tentou matar o enteado

Durante um churrasco e após ter ingerido bebida alcoólica Adriano Aparecido Fernandes de 37 anos sentiu forte crise de ciúmes de sua amásia Marta Aparecida Marcolino com quem convivia há 06 anos.

O homem desferiu um soco no rosto da companheira; o adolescente filho da mulher, Jônata Felipe de Oliveira saiu em defesa da mãe e pediu que seu padrasto cessasse a agressão, mas ao invés de cessar com a agressão o homem pegou uma faca e desferiu um golpe no abdômen do enteado. A vitima foi levada ao hospital. Populares chamaram a polícia e o criminoso foi levado para uma delegacia e depois encaminhado para uma unidade prisional.

O crime ocorreu numa residência localizada na Rua José Martinês, Gabarrom, no Jardim Nelisa, em Sorocaba. No início da tarde de terça-feira (28/10), o promotor de justiça Marcos Fábio Pinheiro acusou Adriano Aparecido de ter cometido tentativa de homicídio com relação ao adolescente (artigo 121, parágrafo 2º combinado com o artigo 14 do Código Penal) e por lesão corporal (artigo 129 do Código Penal) pela agressão contra sua ex-amásia.

O advogado Arlindo Santana Villela comungou com a tese (tese única); a denúncia apresentada por outro promotor era de tentativa de homicídio qualificada, mas em plenário o promotor Marcos Fábio retirou a qualificadora. O conselho de sentença aprovou a tese e a juíza Adriana T. F. Furukawa condenou Adriano a cumprir 03 meses de detenção pela agressão contra sua ex-amásia e mais 4 anos, em regime aberto, pela tentativa de homicídio contra seu enteado.

O condenado será posto em liberdade na quarta-feira (29/10). A magistrada ainda impôs medida protetiva: Adriano está impedido de retornar na casa da ex-amásia; deve manter-se distante 200 metros da ex-amásia e do enteado, e não deve comunicar com mãe e filho nem por meio de telefone, sob pena de ser preso novamente.


Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura.  

Caminhoneiro é preso em Salto de Pirapora acusado de violência doméstica

Policiais militares de Salto de Pirapora detiveram o caminhoneiro Paulo de Tarso Moreira de carvalho, 32 anos, acusado de desferir golpe com faca no braço de sua esposa (V.A.T de 25 anos). O caso ocorreu no início da tarde de terça-feira (28/10), próximo a um posto de combustíveis em Salto de Pirapora.

O caminhoneiro foi levado para a Delegacia daquela cidade onde o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ratificou flagrante de lesão corporal tipificada como violência doméstica (lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha) e, arbitrou fiança no valor de R$ 1.200,00. A autoridade policial autorizou o caminhoneiro a usar o telefone móvel para solicitar que seus familiares pagassem o valor da fiança.

Naquele momento, o caminhoneiro enviou mensagem ao celular da esposa ameaçando-a; a mulher ainda estava em frente à Delegacia. Ela reclamou da ameaça e mostrou o teor da mensagem. Por causa do ato atrevido, o delegado aumentou a fiança para R$ 3 mil, como não foi pago, o caminhoneiro foi levado para uma unidade prisional da região de Sorocaba.


Não dá para viver sem notícia.  

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Guarda Civil de Sorocaba registra descarte irregular de propaganda política

Na manhã de terça-feira (28/10) a Guarda Civil localizou na Estrada dos Carvalhos o descarte irregular de aproximadamente 50 Mil “Santinhos” de propaganda política em um córrego da região.
Uma guarnição da Patrulha Escolar realizava o patrulhamento na área do Bairro Cajuru do Sul, quando avistaram em um córrego um grande volume de material de propaganda política, sendo acionado um representante da Secretaria de Meio Ambiente que compareceu no local contatando o crime. 
O caso foi apresentado à autoridade no Plantão Policial Sul que encaminhou uma equipe de perícia para o local. 
Foi elaborado um auto de Crime Ambiental embasado na Lei 9605 Artigo 54 “causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora”. As investigações prosseguem para apuração da autoria e responsabilidades.

O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.

Caso inusitado envolvendo professora furiosa na área rural de Pilar do Sul

Uma moradora da área rural de Pilar do Sul solicitou ação da Polícia Militar contra um homem que estaria descumprindo medida protetiva. A professora Ana Lúcia alegou que seu ex-esposo estaria próximo a casa dela descumprindo determinação judicial.

Os policiais militares cabo Batista e o soldado Oliveira se dirigiram até a Estrada Natália Rodrigues de Almeida, no Bairro da Ilha, próximo à divisa de Pilar do Sul com Salto de Pirapora, ao chegarem na casa da solicitante os policiais foram informados pelo ex-esposo da mulher que a medida protetiva havia sido revogada pela Justiça.

Ana Lúcia insistiu pedindo a detenção do ex-marido, mas como a polícia dizia-lhe que a Justiça havia revogado a medida e, portanto, não havia direito para prender o homem, a mulher totalmente descontrolada emocionalemente teria proferido palavras de baixo calão contra os policiais. Em seguida, Ana Lúcia teria se dirigido até a viatura da Polícia e acionado a buzina insistentemente para chamar a atenção dos vizinhos.

Os policiais tentaram impedir que ela continuasse buzinando, a mulher teria se lançado no chão. Eles tentaram contê-la, naquele momento ela desferiu um chute que lesionou um dedo da mão, do soldado Oliveira, em ato contínuo ela mordeu o antebraço esquerdo do cabo Batista.

Os policiais algemaram a mulher sob acusação de desacato, resistência e lesão corporal, e conduziram-na para a Delegacia da cidade. O delegado Milton Andreoli registrou o caso (termo circunstanciado), e depois liberou a mulher. Os policiais precisaram de atendimento no pronto-atendimento na Santa Casa local. O caso aconteceu terça-feira (28/10).


Aqui a notícia chega chegando. 

Estatísticas em São Paulo apontam redução de roubos e homicídios

A taxa de homicídios em São Paulo nos últimos 12 meses - outubro de 2013 a setembro de 2014 - caiu para 10,13 homicídios por 100 mil habitantes e está próxima da taxa de 10 homicídios por 100 mil habitantes. 

Nos últimos 18 meses, houve redução de homicídios em 14 meses. Os dados fazem parte das estatísticas de criminalidade divulgadas pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP), no site da Secretaria da Segurança Pública (SSP), na segunda-feira (27/10).

Pelo quarto mês consecutivo, os roubos de veículos caíram no Estado. A queda foi de 9,4% no mês passado, de 7.974 casos em setembro de 2013 para 7.226 no mesmo período deste ano. 

Desde julho, foram fiscalizados 618 desmanches de veículos no Estado, em operações conjuntas das polícias Militar, Civil e Científica com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), prefeituras, da Secretaria Estadual da Fazenda e Ministério Público. 

Desses, 344 foram fechados por estarem irregulares. A Lei dos Desmanches foi criada para combater a venda irregular de veículos e peças usadas, e, consequentemente, diminuir o roubo de veículo.Também foi registrada redução de 9,9% nos roubos de carga, com 66 casos a menos. 

Em setembro, houve 600 casos, enquanto o mesmo período do ano passado teve 666 roubos de carga. Este foi o segundo mês consecutivo com queda de roubos de carga. As prisões e os autos de apreensão cresceram 7,7% no mês passado. 

Este indicador de produtividade policial subiu de 13.506 registros em setembro de 2013 para 14.545 no mesmo período deste ano. Este é o maior número de prisões registrado em um mês de setembro na série histórica, que foi iniciada em 2001. 

Os casos de flagrantes de tráfico de entorpecentes em São Paulo tiveram alta de 15,3%, com 3.826 registros em setembro de 2014 ante 3.318 no ano passado. O número também é recorde para um mês de setembro.

Latrocínios

Os latrocínios tiveram cinco casos a mais no mês passado – 31 latrocínios - em comparação com setembro de 2013 – 26 roubos seguidos de morte -, com crescimento de 19,2%. Contudo, os latrocínios acumulam queda de 2,1% desde o início do ano, com 284 casos entre janeiro e setembro deste ano ante 290 no mesmo período de 2013.

Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública.

Denúncia anônima aponta homem do tráfico na Vila Helena, em Sorocaba

Fábio Afonso Bernardo conduzia um Gol de cor vermelha com placa de Sorocaba ABD 4053 quando policiais militares deram ordem de parada.

Ao averiguar o interior do veículo a polícia encontrou um pacote em cima do banco contendo 20 porções de maconha e 45 porções de cocaína. No forro da porta do lado do condutor a equipe localizou outro pacote contendo mais 40 porções de maconha e 90 de cocaína. 

A polícia foi até a residência do averiguado, na Rua Osias de Oliveira Dias, Vila Helena, Jd Itapemirim, em Sorocaba e, encontrou mais 52 porções de maconha, 224 porções de cocaína e 279 porções de crack.

Na Delegacia, a autoridade policial prendeu Fábio Afonso como incurso no artigo 33 da lei 11.343/2006 (tráfico de drogas). A polícia chegou ao criminoso após ter ouvido denúncia anônima. O caso aconteceu na segunda-feira (27/10).


O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

Máquina agrícola mata trabalhador na zona rural de Tatuí

Um homem morreu em Tatuí após ter sido atingido por um trator New Holland, no início da tarde de segunda-feira (27/10). Vicente Alves de Moraes de 53 anos trabalhava colhendo gramas no interior do “Grameiro Xavier” juntamente com Jonathan Adriano Rodrigues que operava o trator. 

Vicente Alves caiu no chão, o condutor da máquina agrícola não viu o homem caído no chão, e ao efetuar manobra de marcha ré o trator passou por cima do homem. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi ao local, mas o homem já estava sem vida. 

O acidente ocorreu as margens da Rodovia Gladys Minhoto, km 42, Bairro Pederneiras, em Tatuí. Vicente Alves morava com sua família as margens da Rodovia SP 127, km 47,5, em Tatuí. O caso foi registrado pelo delegado de Tatuí, José Luiz Silveira Teixeira.


O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato.